(11) 3907-6828 | 4332-9855 comercial@assemet.com.br
Nova NR 01: confira 3 pontos que mudaram. Foto: Pixabay.

Nova NR 01: confira 3 pontos que mudaram. Foto: Pixabay.

O Governo Federal iniciou uma série de revisões e atualizações em relação às Normas Regulamentadoras no ano de 2019 entre elas a NR 01, que traz disposições gerais sobre as demais normas que a interagem.

Anteriormente dizíamos que a NR 09 (PPRA) era a  principal normas de Segurança a ser realizada em uma empresa e hoje percebemos que estes valores foram transferidos para NR 01 com alguns incrementos entre os principais é que agora precisaremos analisar além dos riscos Físicos, Químicos e Biológicos, avaliaremos agora mais os Riscos de Acidentes e/ou mecânicos e os Riscos Ergonômicos, avaliados com análise de riscos verificando as probabilidades de ocorrência, A frequência de exposição ao risco, O Grau de severidade da lesão, e a quantidade de pessoas expostas aos riscos,  extraindo dessa combinação as magnitudes e os consequente controles ou eliminação dos riscos ocupacionais, Portanto, é essa norma que dará as principais diretrizes de Saúde e Segurança.

Dessa forma, entender quais foram as alterações é essencial para garantir que você cumpra com todas as exigências da melhor maneira possível dentro da sua empresa e esteja atualizado quanto a essas questões.

Entre as mudanças da NR 01 a saber:

1. Aproveitamento de treinamentos

Com a nova redação da NR 1 será permitido, por exemplo, o aproveitamento total ou parcial de treinamentos quando um trabalhador mudar de emprego dentro da mesma atividade, antes era necessário que o colaborador se submetesse a esse tipo de treinamento todas as vezes que mudasse de função ou emprego, o que significa que, se o trabalhador for submetido a algum treinamento desse tipo ao longo da carreira, pode continuar utilizando o certificado como comprovação da capacitação até a validade do treinamento.

 

2. Introdução do conceito de ato faltoso

Conforme item 1.4.2.1 da NR 01, a recusa injustificada do empregado em seguir as orientações de segurança constitui ato faltoso, e neste caso o empregador poderá aplicar medidas de ações disciplinares para o cumprimento das medidas de segurança, entre elas as advertências formais, suspenções e até mesmo a dispensa por justa causa de funcionários,

Portanto, quando o trabalhador se recusa a utilizar o EPI, não apresenta atestado de saúde ou se recusa a adotar atitudes relacionadas à segurança do trabalho, ele pode ser responsabilizado pela organização.

 

3. Digitalização de documentos

A NR 01 em seu item 1.6 traz a possibilidade de arquivar todos os documentos relacionados à saúde e segurança do trabalho de forma digital. Isso significa que não é mais necessário que você tenha um arquivo físico de grandes proporções para guardar esses documentos.

Nesse aspecto, é importante ficar atento à necessidade de comprovação de autenticidade, mesmo em meio digital. Isso significa que você pode arquivar dessa forma, mas precisa sempre garantir que o documento é original e legalmente válido.

As modificações nas NR estão sendo realizadas como uma forma de adequá-las à realidade do trabalho. Se, por um lado, trazem praticidade e reduzem a burocracia para as empresas, ainda há uma polêmica relacionada à abertura que elas dão em relação à segurança do trabalho, abrindo mão da proteção dos trabalhadores. Portanto, é necessário avaliar todas as mudanças com cuidado, tanto na NR 01 quanto nas demais normas, de forma a garantir sempre e, além disso, priorizar a saúde e segurança do seu time.

 

>>> Leia também: OPERAÇÃO DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS

WhatsApp chat